A vila: construindo o cenário

dezembro 11, 2014

Desde a concepção inicial de Nimbus, foram realizadas alterações significativas no projeto e acrescentadas novas propostas ao curta. No desenvolvimento do cenário não foi diferente, em sua primeira versão, as casas dos moradores e outros elementos que compõem a vila, seriam inseridos digitalmente no cenário da mesma forma que os personagens. Porém, acreditou-se que construindo maquetes físicas e inserindo-as no cenário real, acrescentaríamos ao filme uma atmosfera única e um universo mais cativante e particular à história.

digital-e-maquete

Após decidir utilizar maquetes como cenário, o próximo passo seria a escolha do material para sua fabricação. Entre os materiais pesquisados, o metal apresentou-se como uma ótima solução, tanto pelo aspecto visual quanto pelas qualidades e características peculiares do material. Preferimos utilizar placas de aço e chapas de ferro enferrujado, pois a superfície e as texturas provocadas pela corrosão já possuem um aspecto orgânico, favorecendo sua integração ao ambiente e tornando-a mais real, era como se de fato aquelas casas tivessem sido expostas ao clima da floresta e sofrido suas interferências.

material

O PROCESSO DE FABRICAÇÃO

processo

Finalizada a concepção dos desenhos, o processo de fabricação das maquetes consistia em basicamente 5 etapas : planificação dos desenhos, o corte das chapas, a dobra do material, fixação através de solda e por último a aplicação de detalhes para compor e dar características únicas à cada casinha, como chaminés, telhas, calhas e corrimãos. Já as portas e janelas foram inseridas digitalmente para que houvesse uma melhor interação com os personagens.

Também fez parte do processo um estudo prévio de escala. Comparando o storyboard  (palavras gringas devem sempre aparecer em italico) com fotografias da maquete prontaprosseguimos com a fabricação do restante da vila.

escala

Inicialmente houve uma certa liberdade na criação das casas, porém, durante as etapas de fabricação, algumas decisões formais foram feitas para que os desenhos projetados se adequassem aos materiais disponíveis e as possibilidades e restrições do metal.

Não era necessário grande fidelidade em reproduzir o desenho do storyboard, havia apenas preocupações mínimas em manter os elementos estruturais e perspectiva do desenho original, já que a animação estava sendo produzida paralelamente.

perspectiva

Quer acompanhar mais do processo de fabricação das casas?

Curta nossa página do facebook e acesse os álbuns do projeto!

Comentários

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go top